jump to navigation

Turquia das sete vidas Junho 21, 2008

Posted by Bruno Miguel Dias in Desporto, Euro 2008, Futebol.
trackback

Inacreditável o poder mental (também alguma sorte) desta selecção turca.

Quatro jogos disputados neste Euro 2008 e a equipa turca nunca se encontrou em situação de vantagem sobre nenhum dos opositores que enfrentou. Mais: em três desses quatro jogos a equipa turca acabou por ganhar. Só Portugal conseguiu pôr em marcha o marcador e no final arrecadar os 3 pontos da vitória.

Depois de nos últimos minutos de jogo terem colocado a anfitriã Suíça fora da competição, nos últimos instantes terem recuperado de um 2-0 e roubarem o acesso dos quartos-de-final à República Checa, os turcos deram mais uma mostra de que um jogo de futebol só termina quando o árbitro apita pela última vez.

Duas horas inteiras de futebol sem golos. De repente, aos 119′ os croatas marcam ao aproveitarem uma oferta de Rustu, o guarda-redes turco. Os croatas deliraram e perceberam que era a fuga aos inevitáveis penalties. Nas bancadas, os turcos morriam na praia. Quando a bola volta ao centro faltava menos de um minuto para os 120′ regulamentares e o banco da Croácia estava deserto… já todos se preparavam para invadir o campo e comemorar o apuramento histórico que se advinhava.

Engano puro: Semih Senturk decidiu mudar o guião e aos 122′ com um pontapé que surgiu do nada silenciou o estádio. Pelo menos do lado croata. Expressões incrédulas entre olhavam-se e pareciam perguntar se aquele volte face era legalmente permitido. A Turquia acabara de operar mais um milagre e percebeu-se que o jogo acabara ali, pois os croatas pareciam ter acabado de sofrer não um, mas dez golos. Bilic, treinador croata, era dos mais incrédulos e não foi de admirar a falta de pontaria croata da marca dos 11 metros. O jogo acabara quando a Turquia conseguira o empate. Se a decisão por penalties é um teste psicológico, a Croácia entrou na sala de aula depois de uma crise emocional.

Para a Turquia foi uma noite histórica e na lembrança ficará uma noite memorável em que as palavras não cumprem a sua total função. Enquanto via a festa lembrava-me que para aqueles rapazes de tons morenos acabara de acontecer o seu Portugal-Inglaterra, que nós guardaremos na memória por muitos anos.

Para fazer face à Alemanha vai ser preciso mais do que coração, mas há que não subestimar as potencialidades destes turcos, que ontem até surpreenderam com um futebol muito agradável.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: