jump to navigation

Ronaldo domina sorteio da Liga dos Campeões Agosto 28, 2008

Posted by Bruno Miguel Dias in Cristiano Ronaldo, Desporto, Futebol, Liga dos Campeões.
add a comment

Realizou-se esta tarde o sorteio da Liga dos Campeões da época 2008/2009. Entre as equipas europeias estavam os portugueses Porto e Sporting. Embora antes dos jogos os resultados sejam imprevisíveis, pode dizer-se que o sorteio não correu mal ao campeão e vice-campeão português. 

Assim, o Sporting defrontará Barcelona, Basileia e Shakhtar Donetsk. O Porto, por sua vez, terá pela frente Arsenal, Fenerbahçe e o Dínamo de Kiev.

Contudo, o grande destaque português da cerimónia vai para Cristiano Ronaldo, que arrecadou o prémio para melhor avançado e para melhor jogador da última edição desta competição. A atribuição destes dois galardões ao extremo, lançam o português como principal candidato deste ano a vencer o prémio de melhor jogador do Mundo.

O nº1 do Mundo Agosto 26, 2008

Posted by Bruno Miguel Dias in Desporto, Rafael Nadal, Ténis.
add a comment

Rafael Nadal estreou-se ontem como nº1 do Mundo, ao efectuar o seu primeiro jogo no open dos EUA. O espanhol, que ultrapassou o suíço Roger Federer no ranking ATP há cerca de 1 mês, venceu neste seu primeiro jogo como nº1 o alemão Björn Phau, com os parciais 7-6, 6-3 e 7-6.

Depois de ter ganho a medalha de Ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, o menorquino aposta tudo em conquistar o open norte-americano, após este ano já ter vencido Roland Garros e Wimbledon, que lhe deram a possibilidade de chegar ao topo do ténis mundial.

Liga 2008/2009: 1ª jornada Agosto 25, 2008

Posted by Bruno Miguel Dias in Desporto, Futebol, Liga 2008/2009.
add a comment

Uma semana depois de o Sporting ter ganho o primeiro troféu da época, ao vencer o FC Porto na Supertaça, a Liga de Futebol arrancou este fim-de-semana. Nova época, os mesmos favoritos.

O primeiro candidato ao título, o Sporting, entrou em campo no sábado e sem dificuldades de maior venceu o recém-promovido Trofense, por 3-1. O facto mais marcante do encontro foi mesmo o erro grosseiro da arbitragem no lance do golo dos trofenses. O penalti assinalado resulta de uma falta cometida, pelo menos, 1 metro fora da área. Embora me pareça que foram excessivas as declarações de Paulo Bento dizendo que a sua principal preocupação neste campeonato era a arbitragem, é certo que é um episódio que merece ser analisado. Louvavelmente, o próprio árbitro do encontro já fez essa análise e não podia ter sido mais claro: «Já vi o lance na televisão. Se considero que é grande penalidade? Claro que não.»

Também a jogar em casa, o Porto começou esta liga com uma vitória tranquila sobre um Belenenses que o ano passado causou sérios incómodos. Pese a vitória sem contestação, o FCP está claramente abaixo daquilo que seria expectável, até por comparação algumas exibições que efectuou na pré-temporada. Sem Quaresma (novela interminável e ainda por explicar), Lucho assume-se definitivamente como referência e Lisandro mostrou-se esforçado. Sem sorte, no entanto.

A jornada fechou com o outro candidato ao título, o Benfica. Embora os encarnados partam em clara desvantagem face aos dois mais directos adversários na conquista do título, é inegável que os adeptos esperavam mais neste primeiro jogo “a doer”. Aliás, ponho em dúvida se será dada muita mais margem de manobra para que Quique Flores ponha o Benfica no trilho correcto. Uma nota para a lesão de Carlos Martins, que de facto condicionou o jogo do Benfica até final, mas não pode servir de desculpa num plantel que é o mais extenso dos três grandes.

Para a semana há derbi, com os campeões nacionais a visitarem o estádio da Luz. Se do lado azul não haverá grandes novidades, os encarnados poderão já contar com Reyes (inexplicável como o Benfica foi incapaz de tornar o processo de inscrição mais célere) e com o argentino Di Maria (onde encaixá-lo?), que trouxe da China o ouro olímpico conquistado ao serviço da sua selecção.

Jogos Olímpicos: mais em 2012 Agosto 25, 2008

Posted by Bruno Miguel Dias in Jogos Olímpicos.
add a comment

A cerimónia de encerramento, à semelhança do que acontecera na de abertura, foi magnânime e ilustrou a forma como a China encarou os Jogos Olímpicos: o objectivo era que fossem inesquecíveis, os melhores de sempre. De acordo com os que presenciaram os 16 dias de competição essa condição foi mesmo atingida, com uma organização irrepreensível e sem erros de maior.

A China, apesar das visíveis limitações impostas aos mais elementares direitos humanos, demonstrou ao mundo ocidental como a oriente também é possível organizar na perfeição um evento desta dimensão.

Contudo, a imagem da China não se fez apenas pela organização imaculada. Desportivamente, a potência asiática obteve a melhor participação de sempre em provas olímpicas, ao conquistar mais de 100 medalhas e ficar bem perto dos EUA. Segundo os analistas pouco importa esse punhado de medalhas a menos, uma vez que foi a China que conqustou o maior número de medalhas de ouro e assim deve ser justamente consagrada como a justa vencedora destes Jogos. Algo que, a avaliar pelas páginas dos diários norte-americanos, não parece fácil de reconhecer.

Os Jogos Olímpicos chegaram ao fim e o testemunho foi passado a Londres, onde em 2012 novos recordes esperam por ser batidos.

Recordes. Foi, por certo, esse o objectivo de Michael Phelps ao aterrar na China. Deixou para trás o recorde de sete medalhas de Mark Spitz e por oito vezes ocupou o lugar cimeiro do pódio. Será tal feito suficiente para nomear Phelps como o Atleta destes jogos? Também aqui não há consenso, muito graças à fabulosa prestação de Usain Bolt que facilmente venceu os 100 e 200 mts no atletismo. Mais impressionante é ainda o facto de ter batido o recorde dos 100 mts quando os últimos 20 mts foram já em ritmo de celebração.

A Portugal chegam duas medalhas: da prodigiosa Vanessa Fernandes e do talentoso Nelson Évora. Prata e Ouro, respectivamente. Com as duas medalhas chega também o balanço desta participação e a polémica. Se apenas com uma medalha choviam críticas, não é o ouro de Évora que deve mascarar a realidade da participação portuguesa. No entanto, terá sido isso que pensou Vicente Moura, presidente do Comité Olímpico de Portugal. Quando Naide Gomes, uma das esperanças de Portugal nos JO, falhou a qualificação, Vicente Moura precipitou-se a dizer que seria altura de abandonar o cargo e abrir uma época de renovação. Ora, qual não é o espanto, quando o salto de Nelson Évora é aproveitado pelo dirigente para reajustar as suas declarações ao afirmar que talvez ainda haja a possibilidade de continuar à frente dos destinos olímpicos portugueses. O êxito do atleta português não devia servir de elemento de promoção para alguém que não seja o próprio atleta e seu treinador, pelo que só resta uma qualificação possível para este triste episódio: oportunismo.

Regresso de férias Agosto 22, 2008

Posted by Bruno Miguel Dias in Desporto.
add a comment

As férias forçaram-me a parar a produção deste sítio por uns dias, mas agora volto e não se pense que tenho estado desatento às novidades do mundo do desporto.

Em Portugal, Vanessa Fernandes arrecadou a prata olímpica no triatlo e, acabado de chegar a Portugal, vi o Nelson Évora saltar para o ouro, com os 17,67 mts no triplo salto. Hoje, pela primeira vez, ouvirse-á o hino nacional no «Ninho de Pássaro».

Ainda nas olimpíadas, Michael Phelps pulverizou recordes e encheu as malas de medalhas, enquanto no futebol a Argentina eliminou o Brasil e vai discutir o ouro com a Nigéria.

A nível interno, o Sporting levou de vencida o Porto no primeiro jogo oficial da época e conquistou a supertaça. Os três grandes parecem mais equilibrados do que na época passada e a partir deste fim-de-semana começa a distutir-se a Liga de futebol.

Uma última palavra ainda para a estreia de Carlos Queiroz no banco da selecção nacional, na vitória sobre as frágeis Ilhas Faroé por 5-0.

P.S.- Nas dférias houve tempo para visitar estes dois “templos”…

Camp Nou

Santiago Barnabéu

Não que espantem pela beleza exterior, mas ao olhar sabe-se a história que já se fez lá dentro e o sentimento é sempre único.

Pequim 2008 já arrancou Agosto 8, 2008

Posted by Bruno Miguel Dias in Desporto.
add a comment

Começaram oficialmente os Jogos Olímpicos de 2008. Numa cerimónia supersticiosamente marcada para o dia 08.08.2008, os primeiros figurantes encheram o «Ninho de Pássaro» e deram início à cerimónia.

Se tudo decorrer conforme as expectativas, a cerimónia de abertura destes Jogos será o maior evento alguma vez presenciado, pois esperam-se que cerca de 4 mil milhões de pessoas acompanham todo o espectáculo via televisão.

À espera que comece… Agosto 1, 2008

Posted by Bruno Miguel Dias in Desporto, Jogos Olímpicos, Pequim 2008.
add a comment